ORIENTAÇÕES PARA ESCRITURAÇÃO DO REGISTRO 1600

Projeto SpedDLL

O REGISTRO 1600 do EFD-ICMS/IPI se Este registro destina-se a identificar o valor total das operações de vendas realizadas pelo declarante por meio de cartão de débito ou de crédito, de loja (private label) e demais instrumentos de pagamentos eletrônicos, discriminado por instituição financeira e de pagamento, integrante ou não do Sistema de Pagamentos Brasileiro – SPB (Convênio ICMS nº134/2016).

Disponibilizamos na tabela [REGISTROS_DIVERSOS] a sua escrituração conforme exemplo abaixo.

Estrutura da Tabela REGISTROS_DIVERSOS

Os dados devem ser preenchidos da seguinte maneira:

|1600|12345678000123|1000,20|1000,20|

 

Qualquer dúvida basta nos contatar em um de nossos canais de atendimento disponível em nosso site.

 

Equipe de Suporte

ASX COMPONENTES

www.asxcomponentes.com.br

 

 

ORIENTAÇÕES PARA ESCRITURAÇÃO DO BLOCO H (INVENTARIO FÍSICO)

Projeto SpedDLL

Inventário é o processo onde se verifica os bens existentes na empresa e que devem ser declarados de acordo com a necessidade e obrigação, para que se possa realizar a geração do registro de inventario no SPED é necessário está atento as seguintes informações do banco sped.fdb, na tabela [EMPRESA] os campos [MOT_INV]  e [DT_INV] e o preenchimento da tabela [INVENTARIO].

Com os dados preenchidos nesta tabela, a DLL irá gerar a escrituração desta maneira:

|H001|0|
|H005|31122018|137,88|00|
|H010|00006|UN|1,000|117,915000|117,92|0|||11145||
|H020|210|0,00|0,00|
|H010|00015|UN|4,000|4,990000|19,96|0|||11145||
|H020|210|0,00|0,00|
|H990|7|

Para os casos em que o inventario tenha a necessidade ser gerado sem movimentações tabela  [EMPRESA] os campos [MOT_INV]  e [DT_INV] deverão ser preenchidos, abaixo exemplo de como o dado sera gerado:

|H001|1|
|H005|31122018|0,00|01|
|H990|3|

Qualquer dúvida basta nos contatar em um de nossos canais de atendimento disponível em nosso site.

 

Equipe de Suporte

ASX COMPONENTES

www.asxcomponentes.com.br

ORIENTAÇÕES PARA ESCRITURAÇÃO DOS REGISTROS 1921 AO 1923

Projeto SpedDLL

O REGISTROS 1921 AO 1923 do EFD-ICMS/IPI se referem as informações adicionais dos ajustes de apurações obrigatórios para alguns estabelecimentos. Disponibilizamos na tabela [REGISTROS_DIVERSOS] a sua escrituração conforme exemplo abaixo.

Estrutura da Tabela REGISTROS_DIVERSOS

Os dados devem ser preenchidos da seguinte maneira:

|1900|1|outros|
|1910|01122018|31122018|
|1920|1|2|3|4|5|6|7|8|9|10|11|12|
|1921|RS021922|descricao credito|344.52|
|1921|RS001921|descricao debito|27.36|
|1923|F415|55|1||1234|05122018|4|1.00|123456|
|1923|C10|55|1||1234|06122018|6|0|123456|
|1923|C10|55|1||1234|06122018|2|0|123456|
|1923|C288|65|1||1234|04122018|4|27.36|123456|
|1923|C288|65|1||1234|04122018|2|0|123456|

De acordo com o tipo de empresa e especificações

 

Qualquer dúvida basta nos contatar em um de nossos canais de atendimento disponível em nosso site.

 

Equipe de Suporte

ASX COMPONENTES

www.asxcomponentes.com.br

 

 

ORIENTAÇÕES PARA ESCRITURAÇÃO DO BLOCO K, REGISTRO K200

Projeto SpedDLL

O BLOCO K do EFD-ICMS/IPI é obrigatório para estabelecimentos industriais ou a eles equiparados. Ou seja, para a empresa setada no campo [EMPRESA].[IND_ATIV] = 0. Entretanto,  é possível que empresas de outras atividades, também sejam obrigadas a escriturar o Bloco K. Assim, em qualquer caso basta popular os dados correspondentes na tabela [ESTOQUE_ESCRITURADO] para a escrituração do registro.

Estrutura da tabela [ESTOQUE_ESCRITURADO]

Com os dados preenchidos nesta tabela, a DLL irá gerar a escrituração desta maneira:

  |G001|1|
  |G990|2|
  |K001|0|
  |K100|22012019|22012019|
  |K200||00006|4,000|0||
  |K990|4|
  |1001|0|
  |1010|N|N|N|N|N|N|N|N|N|N|N|N

As demais informações do BLOCO K serão escrituradas com base no preenchimento das tabelas com prefixo REGISTRO_K

Compilação utilizada:

  1. DLL 24/01/2019
  2. DB VR_1_4_7_8

Qualquer dúvida basta nos contatar em um de nossos canais de atendimento disponível em nosso site.

 

Equipe de Suporte

ASX COMPONENTES

www.asxcomponentes.com.br

22. Sequência Lógica de Preenchimento das Tabelas

Qual a sequência lógica que devo seguir para popular o banco Sped.FDB?

RESPOSTA: As tabelas [EMPRESA] e [CONTABILISTA] são obrigatórias. Entre elas não há relação, portanto, independe a sequencia que as mesmas serão preenchidas.

Para as tabelas [NOTAS] e [NOTAS_ITENS], há uma sequencia de preenchimento, onde o campo [NOTAS].[ID] é uma Chave Primária (PK) que é referenciada no campo [NOTAS_ITENS].[NOTA_ID] como Chave Estrangeira (FK).

O mesmo caso anterior aplica-se para as tabelas referentes às tributações dos produtos que devem ser populadas logo após o preenchimento da tabela [NOTAS_ITENS], já que as tabelas de tributações possuem a Chave Estrangeira (FK) [NOME_DA_TABELA].[ ITEM_ID] referenciando a Chave Primária (PK) [NOTAS_ITENS].[ID].

Para os registros de ECF (Emissão de Cupom Fiscal) devem ser preenchidas sequencialmente as tabelas [ECFCUPOM], [ECFCUPOM_ITENS] e [ECFREDUCAOZ].

A tabela [ECFCUPOM] possui uma Chave Primária (PK) [ECFCUPOM].[ID] que é referenciada como uma  Chave Estrangeira (FK) na tabela [ECFCUPOM_ITENS].

A tabela [ECFREDUCAOZ] não possui campos de ligação com as demais tabelas referentes ao registro de ECF. Apenas Código de Identificação do Estabelecimento é referenciado no campo [EMPRESA].[COD_EST].

Tabelas [NOTA_OBS], [NOTAS_REFERENCIADA] e [TRANSPORTE_COMPLEMENTO] possuem o campo [NOME_DA_TABELA].[ NOTA_ID] referenciando a Chave Primária (PK) [NOTAS].[ID].

As demais tabelas são utilizadas para registros específicos, ou para compor os registros do SPED que necessitam de campos além dos descritos nas tabelas já citadas.

———————————————–

Para mais informações entre em contato através de um de nossos canais de atendimento disponíveis em nosso site.

ASS COMPONENTES LTDA

www.asscomponentes.com.br

Lançada release 1.4.5

O mês de julho trouxe algumas novidades para os contribuintes do projeto SPED.

Dentre as mudanças, apresentam-se com maior expressão as alterações de leiaute referentes à estrutura dos registros do arquivo EFD.

Nossa equipe empenhou-se com firmeza no desenvolvimento das melhorias no projeto.

Quanto às atualizações podemos citar como exemplo, a informação indicada no campo IND_PGTO do registro C100. Os declarantes que apresentavam este campo com valor “9 – sem pagamento”, agora deverão informar “2 – outros”.

Também foi incluso na tabela [EMPRESA] do banco FDB, os campos necessários para escrituração do registro obrigatório 1010.

Todas as alterações poderão ser consultadas no arquivo “leia-me” que acompanha no pacote.

 

———————————————–

Para mais informações, entre em contato conosco através de um de nossos canais de atendimento.

ASS COMPONENTES LTDA
www.asscomponentes.com.br

10. Informar série da NF-e

Posso informar letras para indentificar a série da NF-e?

RESPOSTA: Não é permitido informar o campo [NOTAS].[IDE_SERIE] com letras. Apenas documentos não eletrônicos permitem a informação de caracteres alfanuméricos para indicar a série da nota.

Exemplo:
•    Nota Fiscal de Venda a Consumidor. Modelo: 02;
•    Bilhetes de passagem;
•    Conhecimentos de Transporte em formulário;
•    Contas de Comunicação/Telecomunicação;
•    Etc.

Conforme informação na página 149 do Manual de Orientação do Contribuinte v. 5.00, para notas fiscais eletrônicas (NFe) deve ser indicado os valores entre 1-999. Quando não houver série preenche-se com zeros.

Mais informações poderão ser consultadas através do link:

http://www.fazenda.gov.br/Confaz/confaz/Convenios/ICMS/1995/CV057_95_Manual_de_Orientacao.htm

 

———————————————–

Para mais informações entre em contato através de um de nossos canais de atendimento disponíveis em nosso site.

ASS COMPONENTES LTDA
www.asscomponentes.com.br

SpedDLL – Registros Diversos

Visando o melhor auxílio aos nossos parceiros, desenvolvemos no projeto o recurso de Escrituração de Registros Específicos  que permite incluir na escrituração qualquer registro necessário, ainda que este não seja contemplado por padrão no projeto. Com esta funcionalidade, os desenvolvedores tornarão mais independentes as atividades de integração da sua automação com a DLL, pois poderão suprir sua própria necessidade dispensando a espera de uma produção para solucioná-la.

  1. Gerando Bloco F;

Entendendo a estruturação da EFD

O projeto SPED é gerado e apresentado através de um arquivo denominado EFD (Escrituração Fiscal Digital), este arquivo deverá ser validado e transmitido aos sistemas da Receita Federal para registro nos livros de operações fiscais dos contribuintes.

Para uma melhor identificação e classificação dos registros, a EFD é organizada e estruturada em blocos. Cada bloco subdivide as informações de três formas:

  • Registros de abertura do bloco;
  • Registro com dados do bloco;
  • Registro de encerramento.

Conforme ATO COTEPE/ICMS nº 09, estipulado em 18 de abril de 2008 tais registros serão indicados hierarquicamente em sequencia ascendente, ou seja, do menor para maior.

As hierarquias são classificadas com valores 0,1,2,3,4, 5 e 6. Cada nível representa uma posição na “árvore” do arquivo.                                              
Há ainda registros que são de ocorrência obrigatória, os quais acarretarão em erro caso não sejam informados no arquivo de escrituração.

Mais informações sobre estruturação da EFD podem ser consultadas no capítulo II do Guia Prático, versão 2.0.9.

Novo Guia prático do sped fiscal já está disponível

Os contribuintes já poderão baixar a versão atualizada do Guia Prático para Escrituração do SPED Fiscal.

O novo documento traz algumas alterações dentre as quais destacamos as seguintes:

  • Alteração no nível hierárquico do registro D195 para 3;
  • Alteração no nível hierárquico do registro D197 para 4;
  • Alteração na ocorrência do registro1391 para 1:N;
  • Alteração na redação da Exceção 1 do registo D100.

O arquivo está disponível para acesso e download através do link: http://virou.gr/Mpn6ZZ

Para mais informações entre em contato através de um de nossos canais de atendimento disponíveis em nosso site.

ASS COMPONENTES LTDA

www.asscomponentes.com.br